FANDOM


Agnès (アニエス) é uma bruxa e uma yōkai ocidental que aparece na sexta adaptação em anime de GeGeGe no Kitarō. Ela é uma personagem central no Arco dos Yōkai Ocidentais, onde ela vai até o Japão na tentativa de destruir o Anel de Arcana e é perseguida pela sua irmã Agnès e o exército de Backbeard. No Japão, ela cruza o caminho da Família Kitarō e solicita a proteção e ajuda de Kitarō.

Ela recebe a voz de Hibiku Yamamura.

Visão geral

Aparência

Visual de agnès

Artwork de Agnès.

Agnès é uma bruxa com a aparência de uma menina jovem, pele clara, longos cabelos loiros que chegam até a cintura, sua franja se separa acima dos olhos, caindo ao lado do rosto e terminando em cachos, a parte de trás cabelo termina em dois cachos separados. Seus olhos têm íris violetas e pupilas alaranjadas. Ela usa um chapéu de bruxa preto que tem uma parte inferior vermelha, uma linha vermelha fraca do canto superior direito para o canto inferior esquerdo e uma ponta pontiaguda.

Ela usa um vestido preto com um acabamento vermelho, dois diamantes prateados prendem o terno à sua direita, mangas bufantes que se apertam pelos cotovelos e pontas com os pulsos, um cinto combinando, com uma fivela de triângulo de prata, o terno então sai, revelando uma parte inferior vermelha e um corte na parte de trás, uma saia preta curta e um par de saltos pretos com golas brancas que chegam logo abaixo dos joelhos.

Personalidade

Agnès é muito franca em suas palavras e é de espírito livre, o que inicialmente leva ao conflito entre ela e Kitarō.

Suas experiências com sua irmã Adél lhe deram uma personalidade amarga e fechada, tornando-a indisposta a compartilhar segredos e informações mesmo com seus aliados mais próximos e propensa a pôr em perigo a si mesma e a eles para um bem maior, pressionando ainda mais o relacionamento inicial com Kitarō.[1]

Tendo testemunhado no passado o sacrifício da sua mãe por Backbeard, Agnès começou a temer estar perto das pessoas, afastando Mana e explicando que, como todos os que estão próximos a ela sofrem ou morrem por causa de suas circunstâncias, ela está disposta a sofrer sozinha sabendo que todos os outros estarão mais seguros.

Apesar disso, ela pode ser imprudente o suficiente para ser muito menos furtiva do que os yōkai japoneses, e ainda valoriza a amizade o suficiente para arriscar tudo para um amigo em necessidade.[2]

Habilidades

História

Pré-Arco

Antes dos eventos do anime, Adél e Agnès eram irmãs próximas, como afirma Wolfgang.[3] Quando sua mãe se sacrificou sob a ordem de Backbeard, Adél estava presente para aliviar a dor Agnès: apesar disso, a experiência deixou Agnès com pesadelos permanentes, um desejo para a família que ela já não tem e uma falta de vontade para formar relacionamentos profundos com pessoas que podem morrer ou vir a odiá-la por causa de seu destino.[2]

Arco dos Yōkai Ocidentais

  • Episódio 27: Agnès, recusando seu destino, rouba o Anel de Arcana e foge de sua irmã e o exército de Backbeard para impedir o Projeto Brigadoon. Enquanto ela está fugindo de Adél, ela é ajudada por Nanashi, que a protege com magia e a aponta para a direção oposta a Floresta GeGeGe, sabendo que sua personalidade a levaria a se recusar e se esconder na Floresta GeGeGe, acendendo a Grande Guerra Yōkai.

Agnès usa sua magia para se esconder como uma pequena pedra preciosa entre várias pedras preciosas que os yōkai malaios trouxeram consigo de seu país que foi devastado por Wolfgang, e acaba na posse de Nezumi-Otoko devido a sua ganância: quando Wolfgang vem atrás dela, ele usa uma pedra mágica para forçá-la a voltar ao seu aspecto original e revelar sua identidade. Agnès brevemente considera fugir, mas percebendo pela pergunta de Nezumi-Otoko que não há lugar seguro para ela ficar, ela retorna revelando a Kitarō como derrotar um lobisomem, dando-lhe uma única bala de prata, e pede a ele para ajudá-la.[3]

  • Episódio 28: A personalidade de Agnès começa logo a afetar toda a Família Kitarō: não querendo dar mais detalhes sobre o Projeto Brigadoon e o Anel de Arcana, ela continua pedindo a Kitarō para destruir o anel, raciocinando que como a Pistola-Dedo de Kitarō era capaz para superar a barreira de Adél, ela acredita que ele tem poder suficiente para destruir o anel.

Quando Kitarō, sobrecarregado até a exaustão, falha, Adél o culpa e inicia um ritual para capacitá-lo com a magia ocidental, concedendo-lhe poderes ilimitados ao preço de grande dor e o risco de morrer, queimado pelo novo poder, causando uma primeira fissura entre ela e a Família Kitarō, reforçada quando Adél vem para impedir Kitarō de destruir o Anel de Arcana com seus novos poderes, queimando toda a floresta e deixando Kitarō dominando seu novo poder para pura raiva e ódio contra os Yōkai Ocidentais pelo que eles fizeram para o seu povo.

Apesar de Kitarō ser capaz de lutar contra Adél, ele ainda não é páreo para Backbeard: Agnès usa todo o poder do anel para expulsá-los, revelando a Kitarō que o poder total do anel foi usado, ele irá desaparecer e ressurgir em algum lugar no Japão.

As conseqüências deixam uma tensão mais profunda: Agnès ainda consegue obter ajuda de Kitarō, mas perde sua confiança e é expulsa da floresta, culpada pelos infortúnios que sua omissão trouxe.

  • Episódio 29: Antes de sair para procurar o Anel de Arcana, Agnès finalmente compartilha com Kitarō o que o Projeto Brigadoon pretende: Backbeard, usando o Anel de Arcana, pode transformar a humanidade inteira em yōkai e daí ter o controle de yōkai mais antigos para sempre. Ela consegue rastrear o Anel brevemente, mas a intervenção de Nezumi-Otoko a impede de levá-lo de volta: além disso, ela é vista pela população civil de Tóquio, espalhando o medo entre eles. Isso leva a outro problema com Kitarō, e Agnès fica sozinha novamente, até que ela conhece e faz amizade com Mana Inuyama com um pouco de ajuda de sua vassoura mágica.

Agnès é convidada para a casa dela: no entanto, ela vai embora, temendo que Mana possa sofrer por causa de sua guerra com Adél. Quando ela tenta fugir, ela é capturada por Victor Frankenstein, disposto a leva-la de volta ao castelo de Backbeard: no entanto, assim que Mana vem procurá-la, Victor se apaixona pela jovem japonesa, esquecendo-se de Adél e agindo de forma lasciva. Kitarō vem para ajudá-las e acerta Victor com o seu geta, mas Agnès não consegue contar a tempo para Kitarō que se Victor chorar e ele se torna uma criatura desmedida que prontamente seqüestra Mana.

Assim que Neko-Musume lembra a Agnès de que Mana a considera sua amiga, Agnès vem salvá-la, derrubando Victor Frankenstein de um arranha-céu e pegando Mana. Ela ainda decide começar a morar no Apartamento Yōkai, assegurando a Kitarō que deixará o Japão assim que sua missão terminar, e dizendo a Mana que eles ainda podem ser amigos íntimos, mas ela não colocará em risco mais a ela e sua família.[2]"O Frankenstein Insano", Episódio 29, Anime de 2018</ref>

  • Episódio 30: Ainda tentando adivinhar a próxima aparição do Anel de Arcana, Agnès percebe a próxima aparição de Carmilla, que prendeu várias jovens garotas bonitas, Nezumi-Otoko, Mana e Neko-Musume em um teatro, sob o pretexto de organizando uma festa de Halloween, para transformá-los em seus escravos vampiros. Agnès consegue ganhar um pouco mais da confiança de Kitarō, pedindo parte de seu poder para dissipar a magia mantendo o teatro em outro plano de existência, permitindo assim que Kitarō salvasse Neko-Musume e Mana no momento certo, forçando Carmilla a fugir.[4]"A Festa de Halloween da Vampira", Episódio 30, Anime de 2018</ref>

Pós-Arco

Trivialidades

Referências

  1. "A Grande Guerra Yōkai", Episódio 28, Anime de 2018
  2. 2,0 2,1 2,2 "O Frankenstein Insano", Episódio 29, Anime de 2018
  3. 3,0 3,1 "Invasão! O Exército de Backbeard", Episódio 27, Anime de 2018
  4. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas A6EP30

Navegação

v  d  e
Exército de Yōkai Ocidentais
Geração jovem
v  d  e
Yōkai e outros elementos mágicos da 6ª Série
Kitarō e Aliados
Ameaças
Outros
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.