"Corrente do Ódio: O Yōkai Hōkō" é o octagésimo terceiro episódio da sexta adaptação em anime de GeGeGe no Kitarō. Foi exibido em 01 de dezembro de 2019.

Elenco

Principal
Recorrente
Convidado

Trama

Dois trabalhadores estão dirigindo em uma estrada no meio da noite chuvosa. Eles ouvem uma voz perguntando "onde está o Takumi?" e imediatamente atropelam uma estranha pessoa mascarada que surge na frente do caminhão. Eles saem para ver o corpo da pessoa, mas ela aparece em cima das toras de madeira e ataca os homens enquanto pergunta "onde está o Takumi?". Mais tarde, na Casa GeGeGe, Kitarō comenta com Medama-Oyaji que um yōkai mascarado está raptando pessoas. Ele vai investigar o caso e Neko-Musume o segue.

Na cidade, Mana e Aya estão caminhando quando encontram um trio de turistas tirando fotos em uma estátua. Mana manda eles jogarem no lixo uma lata que um deles atirou no chão, mas Aya tenta afastá-la. Imediatamente, um redemoinho leva um dos turistas para longe e o yōkai mascarado aparece e pergunta aos outros dois o paradeiro do Takumi. Ele ataca os ataca fazendo a terra abrir e engolir uma e usando uma tromba d’água para levar o outro. Ele pensa que Mana está com eles por ela estar segurando um celular e por pouco acerta Aya com uma bola de fogo. O yōkai desvia dos getas de Kitarō e some após ordenar ele não interferir na próxima vez. Na Casa GeGeGe, Mana diz que Aya ficou com algumas feridas.

Neko-Musume mostra o celular que ficou pra trás de uma das vítimas com a foto no Inste dela e os outros com uma árvore. Mana reconhece como a "Árvore Takumi", uma canforeira que ganhou fama depois que um músico chamado Takumi publicou uma foto nela. Neko-Musume diz que todas as outras vítimas tiraram uma foto na canforeira. No local onde Takumi tirou a foto, eles encontram a canforeira já cortada. O responsável pelo local diz que a sua família cuidou da canforeira por gerações, mas desde a fama da árvore nas redes, o ambiente foi invadido por visitantes que sujavam e poluiam, obrigando-o a tomar a atitude de cortar a canforeira responsabilizando o Takumi. Ele acredita que as vítimas foram atacadas pelo guardião da árvore em vingança. Medama-Oyaji identifica o yōkai mascarado como Hōkō, que habita árvores com mais de 2 mil anos e que deveria estar furioso pela sua "casa" ter sido destruída.

Enquanto isso, Hōkō usa os humanos que capturou como sal para a conserva de picles em punição. Kitarō acha que Takumi deve ser punido destruir a casa de Hōkō. Um bake-garasu revela o paradeiro do yōkai e Kitarō aceita tentar acalmar Hōkō. Mana e Neko não conseguem encontrar Takumi na sua gravadora mas o próprio Takumi as ouve na rua falando que a árvore foi cortada. No local da árvore, Takumi se lamenta revelando que ele sempre foi rejeitado pelos outros e que a canforeira lhe trazia estima, tendo tirado a foto com ela em gratidão. Kitarō encontra a cabana de Hōkō e o enorme recipiente onde as vítimas clamam por ajuda. Mesmo cogitando deixá-los lá, ele os salva. O velho responsável pela canforeira entende o lado de Takumi mas Hōkō surge e se recusa a perdoá-lo. O velho foge depois que o yōkai revela o seu rosto verdadeiro e tenta atacar Takumi na sua forma de fogo mas Kitarō chega a tempo para impedir o ataque. Hōkō ignora a tentativa de diálogo de Kitarō e revela suas outras cópias, o Hōkō do vento, Hōko da terra e o Hōkō da água.

Kitarō resiste aos ataques dos Hōkō até que a cópia de fogo lança chamas nas casas vizinhas. Kitarō diz que entende a raiva de Hōkō por ter sua casa destruída pelos humanos mas vai lutar com ele por querer destruir vidas inocentes. Neko-Musume se junta para lutar ao lado dele e revela que os Hōkō tem um padrão para atacar: terra, água, fogo e vento. Kitarō também repara que os Hōkō tentam se manter distantes uns dos outros. Ele consegue derrubar as cópias de água, terra e vento e fazê-las se encostarem, resultando em uma explosão. Mesmo sozinho, Hōkō de fogo se recusa a perdoar os humanos. Takumi interfere e pede para que ele seja morto por ser responsável pela situação. Hōkō, que não sabia que ele era o Takumi, diz que sempre soube que era observado por ele e que se orgulhavam disso, mas que sua árvore não ia crescer de novo. Kitarō impede que Hōkō incendeie Takumi atirando com a sua arma de dedo, e o yōkai é destruído.

Kitarō se retira em um andar catatônico. Neko-Musume explica a Mana que Kitarō entender a raiva e dor dos yōkai e humanos e em situações semelhantes ele sempre fica nesse estado. O episódio se encerra com Takumi sem saber como "continuar" enquanto são mostradas as casas vizinhas incendiando.

Personagens

Família Kitarō

Humanos:

Yōkai da semana:

  • Hōkō
    • Hōkō do Fogo
    • Hōkō do Vento
    • Hōkō da Terra
    • Hōkō da Água

Outros:

Trivialidades

Navegação

Episódios do anime de 2018
2018 01020304050607080910111213141516171819202122232425262728293031323334353637
2019 38394041424344454647484950515253545556575859606162636465666768697071727374757677787980818283848586
2020 8788899091929394959697
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.