FANDOM


Hakaba Kitarō (墓場鬼太郎, Cemitério Kitarō) é um mangá de Shigeru Mizuki, impresso como livros de aluguel. É o início oficial da franquia GeGeGe no Kitarō. Os livros foram lançados de 1960 a 1964. Ao longo do tempo, Mizuki mudou de editora várias vezes.

Desenvolvimento

De 1933 a 1935, um kamishibai popular criado por Masami Itō, intitulado como Hakaba Kitarō (ハカバキタロー), uma adaptação do conto Kosodate-Yūrei, tornou-se bastante popular, superando até mesmo Ōgon Bat.

Em 1954, Mizuki estava trabalhando como um artista de kamishibai quando seu chefe solicitou que ele fizesse algumas histórias baseadas em Hakaba Kitarō. Depois de obter a permissão de Itō, ele começou a fazer quatro histórias: "Homem-Serpente", "Karatê Kitarō", "Galois" e "Mão Fantasma". Essas histórias introduziram o conceito do nascimento de Kitarō em uma sepultura, a presença de um segundo olho ("Homem-Serpente") e o personagem Medama-Oyaji ("Karatê Kitarō"), idéias que Mizuki usaria mais tarde. No entanto, além de "Karatê Kitarō", nenhuma dessas histórias tornou-se muito popular, e assim não foram mais produzidas depois de "Mão Fantasma". Embora as imagens das histórias de Mizuki não existam mais, uma cena do original de Itō foi incluída no livro de Koji Kata, A História dos Espetáculos Kamishibai.

Em 1960, Mizuki passou a escrever e desenhar mangás de aluguel (quadrinhos que poderiam ser alugados em lojas como um livro de biblioteca) para a editora Togetsu-Shobō. Ele começou a escrever seu próprio livro, Lendas Yōkai, que incluía uma história intitulada "A Família Fantasma". Esta história prepararia o terreno para um enredo mais próximo de GeGeGe no Kitarō. O Kitarō, nessas histórias, ainda não era um aliado de humanos, mas sim uma criança sinistra que provocava terríveis fins para as pessoas ao seu redor. A edição seguinte de Lendas Yōkai teve uma continuação de "A Família Fantasma", intitulada "A Família Fantasma: Kitarō do Cemitério", mas as vendas da sequência foram as mais baixas da história da empresa, então a série foi cancelada logo em seguida. No entanto, Mizuki foi capaz de convencer seus chefes a dar-lhe outra chance, e logo ele começou uma nova série, Hakaba Kitarō, que continha as histórias "Bilhete Só de Ida ao Inferno" (Vol. 1), "A Pensão" (Vol. 2 -responsável por introduzir o personagem Nezumi-Otoko no universo de Kitarō.-) e "Um Compromisso com a Morte" (Vol. 3).

Até então, Mizuki trabalhava exclusivamente para Togetsu, mas devido aos problemas financeiros da empresa que levaram a disputas sobre salários, ele logo partiu para Sanyō. Na Sanyō, ele renomeou a série como Kitarō Yawa (夜話 太郎 夜話, Contos da Noite de Kitarō) e publicou as histórias "A Árvore Vampira e Neko-Musume", "Uma Trilha para o Inferno", "Mizugami-sama Chega à Cidade" e "Na Face do Inimigo". De "A Família Fantasma" até "Na Face do Inimigo" o enredo era contínuo, e Mizuki mais tarde iria redesenhar história para a Garo sob os nomes "O Nascimento de Kitarō" e "Kitarō Yawa". Uma quinta história, intitulada como "Kame-Otoko" (カメ男の巻), foi escrita para a Sanyō, mas no momento em que seria publicado, o presidente da empresa, foi hospitalizado, e o manuscrito foi perdido na confusão.

Enquanto isso, a Togetsu decidiu continuar Hakaba Kitarō com um novo autor, Kanko Takeuchi, publicando mais 16 histórias. Mizuki e Togetsu finalmente se reconciliaram, e em 1962 Mizuki publicou mais duas histórias de Hakaba Kitarō para a editora, "O Estranho Duelo" e "Johnny na Neblina". No entanto, a Togetsu foi à falência logo depois. Em 1964, Mizuki continuou a história na Satō Pro com "Um Estranho Companheiro", "Eu Sou um Calouro" e "Um Homem Tolo". As vendas não foram muito altas, então a Satō Pro abandonou a série. A Tōkōsha então contratou Mizuki para fazer uma continuação de "Johnny na Neblina, ele então reescreveu sua história, Kaijū Raban como "Uma História Secreta". Em 1965, Mizuki passou a escrever mangás semanais e começou a desenhar Hakaba no Kitarō (mais tarde renomeado para GeGeGe no Kitarō para a Shōnen Magazine.

Com o final do mangá, Kitarō passou a demonstrar traços de um personagem heroico e mais afável.

Enredo

Capítulos

Navegação

Predefinição:Navbox Mangás de GeGeGe no Kitarō

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.