FANDOM


1º anime

NekoMusume1o

Neko-Musume no 1º anime.

Como no mangá, ela só aparece como personagem convidada no episódio "Nezumi-Otoko e Neko-Musume". Ela tem uma personalidade seca e parece ter pouca consideração pela vida humana, aceitando ansiosamente um trabalho para matar um humano por Enma-Daiō. Esta é a única adaptação onde ela não tem seu laço.

2º anime

Ela aparece como personagem principal a partir do primeiro episódio. Na época, o mangá Shonen Sunday estava sendo serializado, mas em vez de usar a personagem Nekoko, foi utilizado o design original da Shonen Magazine. Neko-Musume também substituiu Nekoko nas adaptações das histórias em que ela apareceu.

Arquivo:Msusume2o.jpg

Ela gosta bastante de Kitarō e Medama-Oyaji, regularmente fazendo compras e cozinhando para eles. Ela é bastante moleca, mas geralmente fala muito educadamente, referindo-se a Kitarō como "Kitarō-san". Quando Kitarō a chama de "Neko-chan" ela cora com uma expressão feliz e se refere a Medama-Oyaji como "sogro". Ela raramente está em cenas de batalha, mas é mostrada como forte o suficiente para derrotar uma das cabeças de Yamata-no-Orochi, embora suas outras cabeças tenham sido facilmente derrotadas pelas agulhas de cabelo de Kitarō.

Esta série é a única adaptação onde Neko-Musume é facilmente influenciada pelos planos de Nezumi-Otoko. Ela até ocasionalmente o chama de "Nezumi-Otoko-san". No entanto, ainda há muitas ocasiões em que ela o pune ou o agride, muitas vezes chamando-o de "rato imundo". Embora ela odeie quando ele é desrespeitoso com Kitarō, ela o salva de Dorotabō no primeiro episódio e até chora por ele na sua morte[1].

Seu laço (sua marca registrada) foi introduzida pela primeira vez nesta série. Ela usa um vestido vermelho de uma peça com bolinhas amarelas e um colarinho branco. Sua fita é rosa e mais longa que em outras adaptações.

3º anime

Seu rosto é bastante infantil, embora seu físico seja mais parecido com o de uma mulher adulta. Ela e Kitarō parecem estar em posições iguais nesta série, pois eles se referem um ao outro pelo seu nome sem sufixos. Como o papel da heroína nesta série foi dado a personagem original Yumeko Tendo, muitos episódios viram Neko-Musume desempenhar um papel menor. Embora Yumeko seja sua rival pelos afetos de Kitarō e elas se confrontam com frequência, Neko-Musume ainda se dá bem com ela como amiga. Seus sentimentos por Kitarō são fortes, pois ela às vezes perde o foco em sua presença, como no episódio 11 quando ela sugeriu que eles se casassem enquanto ela estava posando como uma noiva para enganar Hakusanbō. No episódio 3, ela estava muito irritada com Yumeko (sob o controle de Neko-Sennin) empurrando-a para o lado e correndo em direção a Kitarō, embora ela fizesse a mesma coisa no episódio 2 quando ela acidentalmente chuta Medama-Oyaji enquanto corre para Kitarō. Mais tarde na série, seu lado mais feminino é enfatizado e ela às vezes é atingida por personagens masculinos.

Both ep 47 85 anime

Neko-Musume no 3º anime.

Sua tolerância para com Nezumi-Otoko é muito mais fraca desta vez, e ela frequentemente será a única a puni-lo por seus erros.

Sua especialidade é fazer "catnip mochi" e frequentemente serve para eles Kitarō, que afirma gostar muito do prato. Nesse mesmo episódio, ela joga vários mochi nos gatos controlados por Neko-Sennin para acalmá-los.

Ela não é uma meio-yōkai nesta série, e até mesmo se refere ironicamente a Nezumi-Otoko como "aquele meio-yōkai".

Seu cabelo é um pouco mais comprido do que no anime anterior, seu vestido é vermelho e seu laço é da cor rosa escuro.

4º anime

Sua personalidade é mais reservada do que o normal, muito parecida com a de Kitarō. Como Kitarō não tem um fraquinho por garotas bonitas igual a versão dos anos 80, Neko-Musume também é retratada como mais madura e nunca fica com ciúmes. Embora ela mais uma vez demonstre ter sentimentos por Kitarō, a natureza exata de seu relacionamento nunca é esclarecida. Na maioria das vezes, ela o trata como um amigo, mas ela geralmente fica mais feliz em vê-lo voltar vivo[2] e chorou[3] ou esteve perto de chorar quando acreditou que ele estava morto [4]. Além disso, no mundo dos sonhos de Makura-Gaeshi, ela vê Kitarō convidando-a para sair. Ubaga-Bi, que odiava a visão de casais amorosos, ficou furioso quando Neko-Musume se escondeu atrás de Kitarō durante sua luta, confundindo-os com um casal.

1996 Neko-Musume

Neko-Musume no 4º anime.

Ela mais uma vez, ela freqüentemente ataca Nezumi-Otoko quando ele sai da linha, embora o mesmo ocasionalmente a consiga dar o troco com seu ataque de mau hálito. Apesar disso, ela é mostrada cuidando dele até certo ponto, como quando ela foi a única a chorar por ele quando Yasha tomou sua alma.

Ela não cresce como uma mulher humana, apenas cresce lentamente ao longo das décadas, fato que parece incomodá-la. Por causa disso, o feitiço de Rakshasa (que traz à tona o maior desejo da vítima) a transforma em uma mulher atraente e sedutora e a usa para tentar capturar Kitarō.[5]

No episódio 101, o feitiço de Ikkokudō a transforma em uma garota humana segurando um gato. Esta é a primeira vez que uma adaptação de anime tocou no traço de mangá raramente usado dela sendo uma meio-yōkai como Nezumi-Otoko. Apesar disso, ela ainda tem uma quantidade considerável de energia yōkai. Ela não é tão poderosa quanto a maioria da família Kitarō, mas é consideravelmente mais poderosa que Nezumi-Otoko. No episódio, quando ela e os outros caíram na armadilha do Yōkai Chinês, ela foi capaz de cavar rapidamente um túnel com suas garras para que todos pudessem escapar. Ela possivelmente era originalmente humana e se transformou em uma yōkai, mesma situação de Odoro-Odoro.

Ao contrário de Yumeko da série anterior, Neko-Musume e a amiga humana de Kitarō, Yūko Murakami, se dão bem, embora elas raramente apareçam juntas, então um relacionamento real nunca é estabelecido entre elas.

Ela come regularmente comida de gato em lata.

Seu cabelo é roxo e seu rosto regular é mais parecido com o de um gato do que um rosto de um humano. Sua altura é de 141cm e seu peso é de 34kg

5º anime

Sua aparência é um pouco modernizada, ela têm o cabelo castanho claro em um corte curto e seus traços faciais são um pouco mais humanos. Ela também é um pouco mais alta que o normal e tem orelhas pontudas, embora ainda tenha o mesmo rosto feroz quando está com raiva. Ela às vezes usa o seu laço rosa como uma corda (ou outras ferramentas) para ajudar Kitarō. Ela também costuma usar roupas diferentes de sua roupa clássica, e ela é vista como atraente por outros personagens. No filme GeGeGe no Kitarō: Nippon Bakuretsu!!, ela foi retratada em roupas diferentes para as versões locais do filme. Ao contrário de adaptações passadas, ela quase nunca é vítima de um "tiro de calcinha". A exceção a isso foi quando ela trabalhou como guia de turismo de ônibus.

Ela trabalha em vários empregos de meio período no mundo humano e, como resultado, está muito mais familiarizada com os costumes e a sociedade humana do que a maioria dos yōkai. Quando ela está interagindo com os humanos ela usa nomes falsos, como Hiromi Nekota (猫田宏美, Nekota Hiromi), Hiromi Neko (根古宏美, Neko Hiromi) e Hiromi Nekonozuka (猫野塚宏美, Nekonozuka Hiromi). Ela serve como uma ponte entre seus amigos da Yōkai Yokochō e o mundo humano e é altamente confiável pelos outros yōkai. Ela é particularmente próxima da Polícia Tengu, tornando-se amiga de Dai-Tengu e Kuro-Karasu.

Neko defendendo o garoto

Neko-Musume no 5º anime.

Ela é de alto astral e pode ser auto-motivada, mas ela nunca age egoisticamente. Muitas vezes ela se intromete nos assuntos de outras pessoas, mas é principalmente uma pessoa honesta. Como em outras adaptações, ela também pode ser maternal e amorosa. Ela frequentemente cozinha para Kitarō e Medama-Oyaji, mas não é muito boa em fazer doces. No episódio 60 ela explode um forno de confeitaria e no episódio 95 ela faz um chocolate de dia dos namorados para Kitarō "cheio de amor", mas a forma e gosto eram tão ruins que Amabie disse que seu amor era "um amor contaminado".

Embora Neko-Musume geralmente seja gentil, ela às vezes entra no modo Bake-Neko com pouca provocação. Em uma entrevista de emprego, ela afirmou ter 21 anos, mas a entrevistadora disse que ela parecia uma aluna do primeiro ano do ensino médio, o que resultou no surgimento de seu rosto de Bake-Neko. Ela é mais gentil com os humanos do que Kitarō, embora ela ainda ataque os humanos malignos.

Ela é muito ciumenta quando se trata de Kitarō e odeia quando garotas bonitas lhe pedem ajuda. Ela é muito amiga de Rokuro-Kubi, já que ambas costumam trabalhar juntos no mundo humano, embora ela tenha inveja de seu progresso em seu relacionamento com o namorado. Ela a chama de "Roku-chan" e Rokuro-Kubi a chama de "Neko-chan".

Enma-Daiō e Sō-Daiō escolhem ela e Nezumi-Otoko para ajudar Kitarō e localizar os 47 Guerreiros Yōkai. Como de costume, ela se dá bem com Nezumi-Otoko, embora uma vez admita estar com ciúmes com o fato de que ele é conhecido e amigo de Kitarō há tanto tempo[6]. Embora ela não entenda como Kitarō pode ser amigo dele, ela salvará Nezumi-Otoko quando sua vida estiver em perigo, a fim de poupar Kitarō da experiência de perder os amigos.[7].

Referências

  1. Anime de 1971, Episódio 26
  2. Anime de 1996, Episódios 78 e 106
  3. Anime de 1996, Episódio 84
  4. Anime de 1996, Episódio 100 e 114
  5. Anime de 1996, Episódio 89
  6. Anime de 2007, Episódio 27
  7. Anime de 2007, Episódio 14
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.