FANDOM


O Caderno Miraculoso (不思議な手帖, Fushigi na Techou) foi um mangá one-shot de Shigeru Mizuki, lançado em 1973. O enredo é relativamente conhecido por ser bastante semelhante ao do mangá Death Note de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata.

Personagens

Trama

Yamada é um assalariado de 45 anos que é constantemente alvo de piadas de seus colegas de trabalho, apenas a Velha Senhorita o trata de maneira diferente. Um dia, um dos colegas de trabalho de Yamada o vê doando 1.000 ienes para um santuário. Depois que a Velha Senhorita ouve falar da história, ela convida Yamada para beber e pergunta sobre o santuário.

Yamada diz a Velha Senhorita que, ao passar pelo santuário um dia depois de beber, encontrou um caderno ao lado de uma pessoa morta. Muitos nomes foram escritos no caderno, o último dos quais pertencia à pessoa morta, cuja morte foi noticiada na televisão um dia depois. Yamada diz que percebeu o poder de matar quem quer que o nome esteja escrito no caderno depois de testá-lo em um cachorro.

Yamada diz que depois desse incidente, ele não teve que se preocupar em ser pobre, e então passou a sempre doar dinheiro para o santuário. Depois de ouvir a história, a Velha Senhorita pega emprestado o caderno de Yamada. Logo depois, os colegas de trabalho de Yamada começam a morrer um após o outro. Yamada percebe o que está acontecendo e quão perigoso é o caderno quando ele cai nas mãos erradas.

Yamada pega o caderno de volta e o usa para matar a Velha Senhorita. Por se sentir mal por todas as mortes que causou, ele decide acabar com sua própria vida escrevendo seu nome no caderno. Ele então o queima para que ninguém mais possa usá-lo novamente. Mais tarde, Yamada é morto em um acidente.[1]

Galeria

Referências

  1. Enredo retirado da página do ComicPress - The Origin of Death Note? 2007-01-08 05:02
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.