FANDOM


"O Nascimento de Kitarō" é o quinquagésimo segundo capítulo da serialização GeGeGe no Kitarō na revista Shōnen Magazine da Kodansha.

Trama

Durante uma madrugada, um homem chamado Mizuki acorda quando ouve uma batida na porta. Ele pergunta quem está lá e uma voz responde explicando que eles se mudaram para o templo ao lado. Quando Mizuki vai até a porta, tudo o que encontra é uma caixa de presente no chão. Dentro da caixa de presente, há um único globo ocular que ele enterra com nojo.

Na manhã seguinte, Mizuki conta à sua mãe o incidente antes de ir para o trabalho em um banco de sangue. No trabalho, ele é solicitado pelo chefe para investigar um paciente que recebeu "sangue fantasma". Quando ele olha para os registros do hospital, ele descobre que o sangue está listado como proveniente de alguém que vive próximo da sua casa. Ele acha que os novos vizinhos são os culpados e, depois que sua mãe lhe conta que os tais vizinhos não atenderam a porta quando ela foi visitá-los, ele decide interrogá-los.

Mais tarde naquela noite, Mizuki vê um hitodama pela janela e o segue até um templo que parece estar deserto. Ele fica horrorizado ao encontrar uma mulher de aparência macabra que o convida a se sentar e oferece a ele alguns olhos de sapo para comer. Ele tenta fugir aterrorizado, mas é parado pelo marido da mulher, um homem completamente enfaixado e em decomposição, que pede a Mizuki que ouça sua história.

Eles dizem a ele que são da Tribo Fantasma, uma família de yōkai que já foi a espécie dominante no planeta. Mas depois que a raça humana apareceu e começou a assumir o controle, os yōkai gradualmente se retiraram para a escuridão, escondendo sua existência e saindo apenas à noite. Os humanos os confundiam com monstros e os caçaram até restarem apenas o casal. Porém, quando o marido contraiu uma doença incurável, eles vieram ao mundo humano para tentar tratá-lo, com a esposa vendendo seu sangue por dinheiro.

Quando Mizuki ameaça entregá-los, a esposa revela que está grávida de três meses e pede que ele espere até que o nascimento do seu filho, caso contrário, os humanos virão para matá-los. Mizuki concorda com relutância, mas quando ele volta para casa deles seis meses depois, encontra os dois mortos.

Com pena, Mizuki enterra o casal, e quando ele volta ao cemitério três noites depois, encontra o filho deles já nascido se arrastando para fora do túmulo. Com medo do infortúnio que uma criança fantasma trará, Mizuki tenta matar o bebê. Ele, no entando, não consegue e o deixa sozinho no cemitério.

O marido volta à vida quando seu globo ocular, o seu último pedaço de tecido vivo, sai da órbita e cresce um pequeno corpo, se transformando em Medama-Oyaji, que corre para o cemitério para encontrar seu filho. Ele leva o garoto (batizado de Kitarō) de volta à casa de Mizuki, onde Mizuki muda de idéia e decide adotar o bebê. Ele diz para a mãe que a criança foi deixada na sua porta. Medama-Oyaji jura que vai vigiar o seu filho, não importa o que aconteça.

Seis anos se passam e Kitarō, por causa seu rosto macabro, é ridicularizado e temido pelas pessoas ao seu redor. A mãe de Mizuki acha o menino assustador e reclama com o filho que Kitarō tem escapado todas as noites. Naquela noite, Medama-Oyaji entra furtivamente no quarto de Kitarō e eles vão para o cemitério. Mizuki segue, mas os perde de vista ao longo do caminho, encontrando apenas as getas de Kitarō no chão. Quando Mizuki confronta Kitarō no dia seguinte, Kitarō admite que esteve no inferno para brincar com outros yōkai. Mizuki o proíbe de voltar ao cemitério, dizendo que ele será expulso de casa se desobedecê-lo.

Naquela noite, Medama-Oyaji volta para o quarto de Kitarō e sugere fugir definitivamente, pois, dessa maneira, eles terão mais liberdade. A história termina com Kitarō e Medama-Oyaji iniciando uma jornada sem rumo.

Personagens

Versões

Mangá

Trivialidades

  • Essa história é um remake do mangá de aluguel "Família Fantasma" de Hakaba Kitarō.
  • É a primeira história sob o título de GeGeGe no Kitarō a apresentar o nascimento do personagem.
  • Assim como algumas outros remakes do mangá de aluguel, como "Os Irmãos Nekoya" e "Gyūki vs. Vampiro", essa versão nunca foi adaptada para os animes GeGeGe.

Navegação

v  d  e
Capítulos de GeGeGe no Kitarō publicados na Shōnen Magazine
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.