GeGeGe no Kitarō Wiki
Advertisement
GeGeGe no Kitarō Wiki

Shu-no-Bon (朱の盆, Placa Vermelha) é um yōkai e antagonista recorrente em GeGeGe no Kitarō. Ele é o braço direito de Nurarihyon na maioria dos animes.

Ele é muito leal a Nurarihyon e, portanto, quase sempre é visto com ele. Ao longo das séries, ele é retratado como sendo simplório e canalha, cooperando com as más ações do seu chefe. Porém, em muitos momentos ele é apresentado como não sendo uma figura má, mas apenas despreocupado e estúpido o suficiente para obedecer as ordens de Nurarihyon.

Visão geral

Interpretes

  • Michitaka Kobayashi (1985-88)
  • Daisuke Gōri (1996-98)
  • Katsuyuki Konishi (2007-09)
  • Chō (2018-20)
  • Toshiya Ueda (A Flauta Mágica Elohim Essaim)

Aparência física

Shu-no-Bon tem uma enorme cabeça com um grande rosto vermelho. Ele tem grandes olhos amarelos e um chifre na testa. A ponta do lábio inferior fica constantemente sobreposto ao seu lábio superior. Sua boca está sempre semi-aberta, revelando uma fileira de dentes afiados. Ele tem longos cabelos grisalhos e tende a se vestir com roupas japonesas tradicionais.

Personalidade

Habilidades e poderes

Retratos

Mangá

Apesar de já ter aparecido nos animes, Shu-no-Bon só fez sua primeira aparição nos mangás em "Sumô Yōkai", de Kitarō Kunitori Monogatari, como um dos competidores no torneio de sumô de Boze. Ele enfrenta Kitarō no primeiro assalto, acertando-o com uma cabeçada poderosa. Ele então usa táticas acrobáticas para rebater a ofensiva de Kitarō, mas o garoto yōkai é capaz de evitá-lo no rebote, fazendo-o cair para fora do ringue.

1985

O anime de 1985 estabeleceu Shu-no-Bon como um lacaio leal de Nurarihyon. Embora a razão por trás dessa escolha seja desconhecida, ela acabaria tendo um grande impacto nas adaptações futuras.

O maior ponto de virada para Shu-no-Bon acontece em "Mokumokuren do Castelo Yōkai". Ele sequestra Yumeko a mando de Nurarihyon, e um tempo depois ele a confidencia que ele só é bom em assustar as pessoas. Yumeko levanta seu ânimo e consegue convencê-lo a deixá-la escapar. A partir de então, Shu-no-Bon passa a considerar Yumeko um "anjo".[1]

Em "Caça aos Yōkai do Clã Hi", Nurarihyon é transformado em uma boneca de pelúcia pelo Clã Hi, levando Shu-no-Bon a pedir a ajuda de Kitarō. Quando Kitarō fracassa, ele recorre a Fukuro-Sage e outros yōkai do mal para derrotar o Clã Hi, a fim de reverter Nurarihyon à sua forma original. Com o Clã Hi derrotado com sucesso, Nurarihyon retorna, recusando-se a aceitar o pedido de amizade de Kitarō. Conforme Nurarihyon retorna aos seus maus caminhos, Shu-no-Bon o segue.[2]

Em "O Último Encontro de Kitarō" ele consegue enxergar a bondade de Yumeko com seus próprios olhos e finalmente se torna alguém bom. Ele a agradece por ser tão gentil, antes de pular e atacar Nurarihyon. Depois de uma luta, os dois caem no Lago de Sangue do Inferno.[3]

1996

2007

2018

Ele continua como subordinado de Nurarihyon e é co-antagonista do arco final do anime. Ao contrário dos animes anteriores, seu personagem não serve de alívio cômico e é totalmente fiel a pessoa e agenda supremacista do seu mestre. Sob as ordens de Nurarihyon, Shu-no-Bon fica com o trabalho de libertar yōkai que estejam selados, a ser o responsável por soltar os Quatro Generais da Traição da prisão no Inferno. Ele também prova a sua resistência aos ataques de outros yōkai ao defender Nurarihyon, incluindo os getas e o chanchanko de Kitarō.[4][5]

No final da série, Nurarihyon se suicida e ele acaba sozinho.

Lenda

Trivialidades

Referências

Navegação

v  d  e
Facção Nurarihyon
Advertisement